Teclas de Acesso:
1
Conteúdo
2
Menu
3
Busca
4
Rodapé
Acessibilidade:
Notícias

Atendimento de emergência: como posso te ajudar?

06.set.2017

Em sua 20ª edição, o curso rápido de Atendimento de Emergência e Resgate do UBM – Centro Universitário de Barra Mansa – promete habilitar o aluno no aprendizado de técnicas básicas de assistência à vítima. Os procedimentos de Primeiros Socorros têm como objetivo levar segurança e conforto à vítima.
 
Para ministrar o curso, o UBM conta com a parceria da QTS TREINAMENTOS, empresa responsável por Qualificação Profissional, Treinamentos Livres e Prestação de Serviços Especializados. Dentre outros segmentos, atuam nas equipes de Resgate do CBMERJ – Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro.
 
Com cerca de 70% das aulas práticas, os professores acompanham o desenvolvimento do aluno de perto, como no aprendizado de técnicas de resgate e salvamento de pessoas que se encontram em locais de difícil acesso. “As simulações são realizadas em área externa, na própria instituição, faça chuva ou sol, frio ou calor”, conta Luiz Gustavo Andrade, coordenador do curso e resgatista profissional há 13 anos na equipe de salvamento da CCR Nova Dutra.
 
Com esse preparo, o aluno precisa ter em mente que um dos maiores desafios do socorrista é o desconhecido. Ao ser acionado para uma ocorrência, o profissional necessita de controle emocional para saber lidar com qualquer situação que o espere. Além disso, precisa estar ciente de que cada minuto pode fazer a diferença na vida do paciente. “Por exemplo, em uma parada cardiorrespiratória, em cada minuto sem socorro adequado a vítima perde 10% de chances de sobreviver sem sequelas”, explica o resgatista.
 
Para mais informações sobre o curso, investimentos ou inscrições, os interessados devem procurar a Diretoria de Extensão e Educação Continuada do UBM pelo telefone (24) 3325-0262 e também pelo site (www.ubm.br). 
 
O que fazer ao presenciar um acidente?
 
Luiz Gustavo explica que, ao presenciar um acidente, o cidadão sem conhecimentos de primeiros socorros deve cuidar da própria segurança, depois das pessoas que estão por perto, para que também não se tornem vítimas e ligar para os serviços especializados como o Corpo de Bombeiros ou o SAMU.
 
“Já o cidadão que possui capacitação em primeiros socorros, após confirmar que a cena está segura, pode iniciar os procedimentos básicos para manter a vítima viva, utilizando seus conhecimentos para diminuir seu sofrimento e evitar sequelas, até que o serviço médico especializado chegue ao local”, complementa.
 
O resgatista defende a importância de todas as pessoas terem conhecimentos de primeiros socorros, pois acredita que, mesmo o aluno não escolhendo a profissão, os conhecimentos adquiridos no curso não serão perdidos. Nesse sentido, o curso rápido de Atendimento de Emergência e Resgate é oferecido para qualquer pessoa acima de 16 anos, com autorização dos responsáveis.
 
Voltar