Teclas de Acesso:
1
Conteúdo
2
Menu
3
Busca
4
Rodapé
Acessibilidade:
Notícias

Cuidado com o corpo é sinônimo de qualidade de vida

13.jul.2017

Um dos ingredientes essenciais para melhorar a qualidade de vida é uma boa alimentação. Fatores como o desenvolvimento e o aprendizado, assim como a concentração, disposição e capacidade em cumprir tarefas cotidianas estão diretamente ligadas à maneira como o indivíduo cuida do próprio corpo. Aliado à prática de atividades físicas, o consumo de certos nutrientes auxiliam no melhor funcionamento do cérebro.
 
É cada vez mais constante a preocupação das pessoas com a própria saúde e, consequentemente, em ter uma boa qualidade de vida, evitando doenças decorrentes da má alimentação. A partir dessa realidade, o profissional de Nutrição se torna um agente provocador de mudanças de hábitos do paciente.
 
O nutricionista e coordenador do curso de Nutrição do UBM – Centro Universitário de Barra Mansa –, Fernando Antonio Cabral, explica que uma das maneiras de melhorar os hábitos alimentares é o aumento no consumo de alimentos como frutas, vegetais, legumes, sementes, peixes e carnes magras, assim como a redução da ingestão de alimentos processados, com altas taxas de gorduras, açúcar e sal.
 
Um dos fatores que aquecem o mercado de trabalho para o profissional é o hábito do brasileiro de, cada vez mais, frequentar restaurantes e fazer suas alimentações diárias fora de casa. “As empresas contratam um nutricionista para desenvolver cardápios e pratos saudáveis, pois acreditam que o profissional é capaz de garantir uma melhor qualidade de vida para seus colaboradores e clientes”, explica o coordenador.
 
Nos últimos dois anos, a matriz curricular do curso de Nutrição do UBM vem sofrendo algumas modificações de forma a atender as necessidades de mercado e a formação acadêmica. Uma vez que o perfil do ingressante vem se modificado ao longo desse tempo, a instituição enxergou a necessidade em oferecer o curso também no período da manhã a partir desse segundo semestre de 2017. Para os interessados, basta acessar o site (www.ubm.br) e se inscrever no vestibular.
 
Com um mercado abrangente, o profissional pode atuar em áreas como, por exemplo, alimentação coletiva, saúde pública, nutrição clínica e hospitalar. “Especializar-se, investir em estudos e pesquisas é uma forma de se destacar no mercado”, comenta Fernando Antonio.
 
Voltar