;
Atendimento via chat
Atendimento via chat
Teclas de Acesso:
1
Conteúdo
2
Menu
3
Busca
4
Rodapé
Acessibilidade:
Notícias

Estudantes e egressos comemoram aprovação na OAB

27.jun.2017

A Ordem dos Advogados do Brasil divulgou neste mês o resultado final do XXII Exame de Ordem. Sem essa aprovação, o bacharel não estará apto a exercer a profissão da advocacia. O exame abre edital três vezes por ano e é dividido em duas fases - uma com questões objetivas e outra, discursiva, de acordo com a matéria escolhida pelo candidato.


Entre os aprovados, alunos e egressos do UBM - Centro Universitário de Barra Mansa - tiveram a satisfação de encontrar seus nomes na lista, resultado de esforço e muito estudo. Jéssica Marins, que está no 9º período, foi uma das aprovadas na segunda fase do exame. Agora ela espera a conclusão do curso para receber a carteira de advogado, certificada pela OAB. A estudante, que se preparou por meio de curso online e tirou um tempo para se dedicar somente aos estudos para a prova, estabeleceu uma rotina para conciliar a preparação para o exame e as tarefas da graduação. Segundo ela, é também essencial ter força de vontade e propor metas. “Eu coloquei na minha cabeça que tinha que passar no 9º período, pois eu me cobro muito e já queria sair da faculdade com a certeza da carteirinha”, lembrou.

 

Também no 9º período, o estudante Bernardo Monteiro, que no ano passado conquistou uma vaga de estágio no Ministério Público do Rio de Janeiro para atuação em Barra Mansa, relacionava as matérias da prova com a da faculdade desde o começo do curso, mas intensificou a preparação a partir do 7º período. “O meu estudo mais dedicado para a OAB foi realizar as questões das provas anteriores e treinar as peças da 2ª fase, além da revisão de algumas matérias”, contou.

 

Por outro lado, Wagner Luis, que concluiu o curso em 2016, e também conseguiu a aprovação, teve a graduação como um grande preparatório.“Cada prova integrada foi importante. Ao final do curso, procurei um cursinho para fazer uma revisão e, para segunda fase, procurei ajuda em um curso online, e deu certo!”, comentou Wagner, que já é graduado em Filosofia e pretende continuar o estudos para seguir na carreira de docente. “Costumo brincar que fiz o casamento perfeito: Filosofia e Direito”, completou.

 

Além de legitimar a atuação profissional dos aprovados, a prova é também um ganho para as instituições de ensino. “A gente tem tido um bom índice de aprovação já durante a graduação, desde o 9º período, e o exame de Ordem acaba sendo um medidor de qualidade do curso, pois, quanto maior o índice de aprovação, significa que melhor é o curso”, destacou a coordenadora do curso, Gabriela Quinhones.

Voltar