;
Teclas de Acesso:
1
Conteúdo
2
Menu
3
Busca
4
Rodapé
Acessibilidade:
Notícias

Projeto Interdisciplinar sobre Parkinson promove fórum para acadêmicos

31.mai.2017

A equipe de pesquisadores do UBM – Centro Universitário de Barra Mansa – que integra o projeto interdisciplinar que realiza pesquisas para a melhoria da qualidade de vida de parkisonianos apresentou, na noite desta terça-feira (30), um resultado parcial dos trabalhos para a comunidade acadêmica.

O projeto envolve nove áreas do conhecimento distribuídas entre os cursos Direito, Educação Física, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Música, Nutrição, Pedagogia e Psicologia. “Já temos um ano de trabalhos e chegamos a um resultado parcial. O projeto ainda durará aproximadamente mais um ano, mas já obtivemos retornos positivos e queremos apresentar isso aos acadêmicos que não participam do grupo”, contou um dos coordenadores da pesquisa, Vladimir Lopes.

A professora Sheila Rodrigues Dias Filgueiras, que também coordenada o projeto de pesquisa, comentou que a proposta da pesquisa é inovadora por ser interdisciplinar. “Juntamos várias áreas do conhecimento com o objetivo de trabalhar a qualidade de vida de um subgrupo populacional específico. Nessa pesquisa, demonstramos também o quanto que o trabalho em conjunto e interdisciplinar tem possibilidade de resultar em situações que são surpreendentes”, comentou.

Após a apresentação dos resultados parciais da pesquisa feita, os professores responsáveis por cada área de conhecimento apresentaram o que cada curso desenvolveu e desenvolve em prol dos alcances dos objetivos propostos. “Os dados analisados demonstram que as intervenções implantadas têm gerado melhoria da qualidade de vida dos pacientes sujeitos da pesquisa”, destacou Sheila.

Os grupos de pesquisa são compostos por professores e alunos de cada curso. Os atendimentos são realizados às terças e às quintas-feiras no Centro Integrado de Saúde do UBM, na Clínica de Fisioterapia, na Clínica de Nutrição e na Clinica de Psicologia (SPA – Serviço de Psicologia Aplicada). A proposta é que ao final da pesquisa seja aberta a oferta de uma modalidade de atendimento interdisciplinar para os Parkinsonianos interessados e seus familiares como terapia alternativa e complementar ao tratamento medicamentoso. 
Voltar