Teclas de Acesso:
1
Conteúdo
2
Menu
3
Busca
4
Rodapé
Acessibilidade:
Nossa História

A história do Centro Universitário de Barra Mansa (UBM) está atrelada à criação da SOBEU - Associação Barramansense de Ensino. Estas duas instituições operam de forma diferente. A SOBEU é a mantenedora, ou seja, pessoa jurídica de direito privado que provê os recursos necessários para o funcionamento do Centro Universitário que, por sua vez, oferece os cursos superiores.

A Associação Barramansense de Ensino Superior foi criada em 1961. A ideia surgiu dos amigos Féres Osrraia Nader, na época, presidente da União Barramansense de Estudantes, e dos diretores da então Sociedade Anônima Barramansense de Ensino e Cultura (SABEC), Haroldo Carvalho Cruz, Guilherme de Carvalho Cruz, Leandro Álvaro Chaves e Pedro Monteiro Chaves, que foi o 1º presidente da SOBEU.

Após cinco anos de intensos esforços pela autorização federal para trazer o ensino superior para a região, a SOBEU obteve em 20 de julho de 1966 o parecer favorável do Conselho Federal de Educação à autorização para o funcionamento da Faculdade de Direito de Barra Mansa – a primeira do interior do estado do Rio de Janeiro.

Inicialmente, os alunos frequentaram as aulas, em horário noturno, no Grupo Escolar Barão de Aiuruoca, sendo construído posteriormente um prédio próprio. A transferência para a nova sede da Instituição foi realizada em 06 de agosto de 1967. Mais tarde, foram criados os cursos de Administração (1969), Filosofia (1971), Ciências e Letras (1971), Comunicação (1975) e Enfermagem (1981). A conquista serviu como motivação para a interiorização de cursos superiores nos estados brasileiros.


Criação do Centro Universitário

Em 1997 as faculdades foram integradas e foi criado o 1º Centro Universitário do interior do estado, como conhecemos hoje, o UBM - Centro Universitário de Barra Mansa.

Ao longo dos anos, a Instituição viveu um crescimento significativo e hoje conta com cursos de graduação, entre os quais também há cursos tecnológicos, cursos e programas de pós-graduação lato-sensu e programas e projetos de extensão e ação comunitária - sinais expressivos da forma como o UBM vem cumprindo sua responsabilidade social.

Destacam-se também os múltiplos laboratórios e clínicas que atendem aos cursos e à comunidade, laboratórios dedicados ao Núcleo de Educação à Distância – NEAD e a criação do Campus Cicuta, inaugurado em 2000, nas proximidades de Volta Redonda.

O credenciamento da instituição como Centro Universitário, por Decreto do Presidente da República, em 23 de dezembro de 1997, levou o UBM a redirecionar o seu Projeto Pedagógico Institucional – PPI e o seu Plano de Desenvolvimento Institucional – PDI, o que significa maior empenho continuado para excelência de ensino, pela qualificação do corpo docente e pelas condições de trabalho acadêmico oferecidas à comunidade escolar.

Continuar lendo

Fundador e Presidente da SOBEU entre 1962 e 2004
Foto de Pedro Monteiro Chaves

Pedro Monteiro Chaves

Fundador e Presidente da SOBEU nos anos de 1961 e 1962

Foto de Haroldo Carvalho Cruz

Haroldo Carvalho Cruz

Fundador e Presidente da SOBEU entre 1962 e 2004. Reitor do UBM de 1998 a 2004

Foto de Guilherme de Carvalho Cruz

Guilherme de Carvalho Cruz

Fundador e Presidente da SOBEU e Reitor do UBM de 2004 a 2013

Foto de Féres Osrraia Nader

Féres Osrraia Nader

Fundador da SOBEU

Foto de Leandro Álvaro Chaves

Leandro Álvaro Chaves

Fundador e Presidente da SOBEU e Reitor do UBM de 2013 ao presente momento